• Seja Bem Vindo!
  • 28 de Abril de 2017
Verbas da repatriação pode aliviar cofres de prefeituras da região
Publicado em: 05/01/2017 Às 10:28 - Atualizada em 27/01/2017 Às 13:03

Por Portal Jornada

Da Redação, em Macambu

(Portal Jornada / Reprodução)

Municípios do interior do Rio irão começar o ano mais aliviados, em vista da situação enfrentada pelas Prefeituras no ano passado. A ajuda, que será injetada nas contas públicas, trata-se da repatriação de recursos do exterior. Nada mais é que uma regularização de bens mantidos por brasileiros em outros países, ou seja, valores que antes eram ilegais e passaram a ser declarados para a Receita Federal.

Entre as cidades mais beneficiadas do RJ está Cabo Frio, que irá receber mais de R$ 3 milhões e 500 mil. Araruama, também na Região dos Lagos, recebe R$ 2.378.894,56. São Pedro da Aldeia ficará com mais de R$ 2 milhões e Búzios com mais de R$ 1 milhão e cem mil.

No Norte, Campos dos Goytacazes vai receber mais de R$ 3 milhões e 500 reais. Conceição de Macabu e Quissamã cerca de R$ 839 mil. Em seguida, Carapebus, que terá de repasse R$ R$ 699.674,87.

Já na Região Serrana, Trajano de Moraes e Santa Maria Madalena recebem o mesmo valor, cerca de R$ 559.739,00. Macuco pouco mais de R$ 400 mil e 800 reais.

O valor informado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) é bruto, ou seja, sem o desconto de 20% do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

 

  • Link Encurtado P/ Matéria:
Comentários
Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.

Publicidade

O Portal Jornada traz as principais notícias da Região Norte, Noroeste, Lagos e Serrana do Rio.