• Seja Bem Vindo!
  • 18 de Novembro de 2017
Polícia finaliza inquérito da morte de Dandara; Gabriel tem prisão preventiva decretada
Gabriel será indiciado por homicídio e ocultação de cadáver. Pena mínima é de 12 anos.
Publicado em: 14/11/2017 Às 18:40 - Atualizada em 14/11/2017 Às 22:08
Por Luan Santos Em Conceição de Macabu

122ª Delegacia de Conceição de Macabu (Foto: Luan Santos / PJ)

A Policia Civil de Conceição de Macabu concluiu o inquérito da morte da jovem Dandara Ramos. O corretor de imóveis Gabriel Barros Rangel, de 24 anos, com quem Dandara tinha um caso,  será indiciado por homicídio e ocultação de cadáver. A pena mínima para esse crime é de 12 anos, segundo a polícia.

“O inquérito foi finalizado e remetido ao Ministério Público, com pedido de prisão”, disse o delegado da 122ª DP, Raul Morgado. A prisão de Gabriel, que antes era temporária, agora passou a ser preventiva. Ou seja, antes a detenção era de 30 dias, podendo ser renovada. Agora, não há um prazo e ele deve permanecer preso até que o julgamento aconteça em Conceição de Macabu.

Alguns laudos ainda não chegaram, segundo Morgado. “Quando os laudos forem chegando vão ser remetidos a Vara Criminal”, concluiu. Gabriel segue preso na Cadeia Pública de Itaperuna. O julgamento está previsto para o dia 19 de Janeiro.

O crime

No dia 15 de setembro familiares e amigos de Dandara Ramos foram até a Delegacia registrar um boletim de ocorrência sobre o desaparecimento da jovem. Logo após, a polícia iniciou as deligências. No dia seguinte, Gabriel Barros começou a ser considerado o principal suspeito do desaparecimento.  “No primeiro depoimento ele não assumiu o crime, mas após termos quebrado o sigilo telefônico da vítima, chamamos ele de novo e o confrontamos com informaçõs diferentes”, contou o delegado Morgado.

Após passar toda a tarde na delegacia, Rangel decidiu confessar a autoria do crime. Ele levou os policiais até o distrito Macabuzinho, onde estava o corpo da jovem, em um local de difícil acesso. Para a polícia, ele contou que a gravidez de Dandara seria o motivo de executar a menina com dois tiros. A arma foi apreendida.

 

 

 

 

 

 

 

  • Link Encurtado P/ Matéria:
Comentários
Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.
O Portal Jornada traz as principais notícias da Região Norte, Noroeste, Lagos e Serrana do Rio.