//Homem agredido em abordagem da Guarda Municipal em Macabu
Foto: Divulgação/Redes Sociais

Um homem foi agredido na manhã deste domingo (27) na Praça José Bonifácio Tassara, no Centro de Conceição de Macabu. A vítima trabalha como vendedor e é muito conhecido na cidade. O episódio causou espanto e revoltou pessoas que viram toda a cena em praça pública.

Desde o dia 17 de dezembro do ano passado, o município conta com uma Lei (Nº 1.560/2018) que proíbe o consumo de bebida alcoólica em vias públicas. Quem descumprir, paga uma multa no valor de R$ 100. A promessa era que  o dinheiro arrecadado seria utilizado para campanhas de conscientização contra o uso de bebidas alcoólicas, o que não aconteceu. A lei foi criada, mas sem políticas públicas para resolver o problema do alcoolismo.

Renatinho estava na praça, quando foi abordado por agentes da Guarda Municipal, por conta do uso de bebidas em local proibido. O que era para ser apenas uma abordagem, terminou em agressão física. Ele teria xingado um agente, que revidou com socos. “Por isso levou um cacete na cara?. Eu estava lá”, comentou Taiana Tavares na internet.

A ação da Guarda Municipal gerou revolta. “Mais respeito. Não se bate na cara de ninguém”, disse Carmelucia Santos. Os internautas, que acharam injusta a agressão, criticaram a falta de atuação da Guarda em outros problemas, como o uso de maconha em praça pública, por exemplo, que tornou-se comum na pequena cidade.

Desde o domingo a reportagem entrou em contato com o comando da Guarda Municipal para buscar um posicionamento sobre o caso, porém, o Secretário de Segurança Pública, Wagner Azevedo, ainda não se manifestou sobre o ocorrido. Nossa equipe também procurou a Prefeitura Municipal, mas até o momento não houve resposta.