//Confira entrevista com a candidata ao Conselho de Macabu, Lenilça Moreno

Acontece neste domingo (06) a eleição pra o Conselho Tutelar em todo o país. Em Conceição de Macabu, 18 pessoas concorrem às vagas. Na cidade, a votação ocorrerá na Escola Frei Valério, no Centro.

O Portal iniciou uma série de entrevistas fomos candidatos.

Neste sábado (05), véspera da eleição, ouvimos a Lenilça Moreno, de numero 11. Confira abaixo:

Por que você decidiu se candidatar ao Conselho Tutelar e porque merece o voto da população?

Decidi me candidatar ao cargo de conselheira tutelar devido a importância, que é muito grande para a população. O conselho entra em cena quando os direitos das crianças e adolescentes são ameaçados ou violados.

E mereço seu voto pelo fato de trabalhar com um propósito de garantir que  os direitos das crianças e adolescentes sejam cumpridas mediante a lei. O objetivo é continuar lutando contra a violação, maus tratos e aplicar medidas de proteção, atender, aconselhar os pais.

Ao contrário de outros processos eleitorais, o voto para definir o Conselho Tutelar não é obrigatório. Na campanha, como você tem feito para mostrar para as pessoas da importância de ir às urnas no próximo dia 6 de outubro?

A princípio foi divulgado nas redes sociais, visitei bairros, conversei com amigos,  sempre conscientizando a importância do voto e as escolhas dos candidatos.

Você Já fez parte de algum projeto voltado aos direitos da Criança e do Adolescente antes de concorrer ao pleito?

Sim, sempre me identifiquei no trabalho voltado a crianças e adolescentes, trabalhei na área de educação atuando como professora, na qual me deparei com situações diversificadas na classe,fui auxiliar de serviços escolares. Atualmente me íntegro ao um projeto “Mais Alfabetização”, na qual tenho a honra e satisfação de levar o conhecimento e auto estima aos alunos, e no final ter o retorno satisfatório de meu trabalho nessa fase tão importante da criança.

Quais os mais graves problemas das crianças e adolescentes hoje em dia? De que forma pretende acabar com isso?

Os problemas que mais afronta nossa sociedade são: pedofilia, violência, abuso e exploração sexual. Falta de moradia, crianças e adolescentes em situação de rua, distorção, abandono escolar e gravidez na adolescência. Pretendo zelar o cumprimento dos direitos da criança e do adolescente definido no ECA (Estatuto da Criança e só Adolescente).

Tomar providências em casos de ameaças ou violação de direitos instituídos por Lei.